01/06/2010
Dia Mundial sem Tabaco 2010 é destinado às mulheres
 

Hoje é o Dia Mundial sem Tabaco, data escolhida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para trabalhar de forma objetiva a conscientização dos males causados pelo cigarro. Em 2010, esta campanha de prevenção será destinada especialmente às mulheres.

Com o tema "Gênero e tabaco com ênfase no marketing para mulheres", o objetivo é alertar sobre as estratégias que a indústria do tabaco utiliza para atingir o público feminino e os males que o cigarro causa à saúde e ao meio ambiente.

Para a agente de viagens Maria José dos Santos, de 49 anos e fumante há mais de 20, a publicidade realizada para desestimular o tabagismo é sempre válida, mas não acredita que a publicidade de cigarros influencie os jovens a fumar nos dias de hoje. "Não acredito que a publicidade seja tão influente, pois não vemos publicidade de outras drogas e o número de viciado é cada vez maior", disse.

Maria José fuma desde os 20 anos de idade e começou a se interessar pelo tabaco ao acender cigarros para seu próprio pai. "Eu, quando era pequena, acendia os cigarros do meu pai e foi ai que comecei a fumar", afirmou Maria.

Não importa como começa o vício, a verdade é que o cigarro continua matando e as mulheres estão se tornando vítimas em potencial. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que o tabagismo seja responsável por 40% dos óbitos nas mulheres com menos de 65 anos e por 10% das mortes por doença coronariana nas mulheres com mais de 65 anos de idade.

O aumento do número de mulheres fumantes está diretamente relacionado com a independência feminina ao longo das últimas décadas. A partir do momento que a mulher passou a assumir o controle de sua própria vida, passou também a adquirir hábitos tipicamente masculinos, como fumar e beber excessivamente. No Brasil, o INCA desenvolveu peças promocionais para uma campanha com o slogan "Mulher, você merece algo melhor que o cigarro!". As peças trazem a imagem de flores como um contraponto ao cigarro, representando proteção ao meio ambiente, beleza e qualidade de vida, contrastando com o cigarro, sinônimo de desmatamento, envelhecimento precoce e problemas de saúde. Mas se engana quem pensa que o cigarro prejudica apenas os fumantes. Entre as mulheres que convivem com fumantes, principalmente seus maridos, há um risco 30% maior de desenvolver câncer de pulmão em relação àquelas cujos maridos não fumam.

Assim acontece também com os bebês, de mães fumantes, que acabam sendo prejudicados, inclusive com abortos espontâneos. Tais problemas se devem, principalmente, aos efeitos do monóxido de carbono e da nicotina exercidos sobre o feto, após a absorção pelo organismo materno.

O Dia Mundial sem Tabaco será comemorado em vários países, com diversas ações. Se você ainda é um fumante, que tal começar a pensar em largar esse vício?
 

Especial para Terra
 

Mais notícias


Faça o download da nossa listagem de preços:
CNPJ: Senha:
 
03/04/2020
Ministério da Saúde volta atrás e diz que 1º caso de coronavírus não ocorreu em janeiro
 
03/04/2020
Governo do Brasil libera R$ 9,4 bilhões para combate ao coronavírus
 
03/04/2020
A doença das fake news
MAIS NOTÍCIAS + 
Rua Pernambuco, 1443 - Cascavel/PR
Telefone: (45) 3226 0351
© Copyright Dimecal Júnior Todos os direitos reservados.